AUDIOMETRIA Daniel GUADACHOLI Fonoaudiol

AUDIOMETRIA

É um exame que avalia a audição e mede o quanto a pessoa efetivamente ouve.

125959_HIPNOSE.jpg

HIPNOSE

- Disfluência (gagueira);

- Disfonias (alterações da voz);

- Zumbidos

PAIRO
PAIRO - Perda Auditiva Induzida por Ruído Ocupacional.

Esta designação é utilizada para caracterizar perdas auditivas cuja origem é o ruído no trabalho. 

 

A audiometria considera a perda auditiva total de um indivíduo, que pode refletir a combinação de quatro fatôres:
A) Presbiacusia - é a inevitável perda auditiva relacionada com a idade.
B) Nosoacusias - patologias otológicas ou condições médicas que afetam a audição.
C) Socioacusia - perda auditiva induzida pelo ruído não-ocupacional.
D) Perda auditiva originada pelo ruído ocupacional (PAIRO).

 

Lembre-se: a perda auditiva, por si só, não é indicativa de inaptidão para o trabalho!

ruído; daniel guadacholi; processamento auditivo; audio ocupacional; audiometria; fonoaudiologia; guarulhos; pair; pairo; pca; ocupacional

A exposição a fontes de ruído não relacionadas ao trabalho pode, às vezes, ser a causa principal de uma perda auditiva e por isso necessita ser exaustivamente pesquisada.

 

A exposição pode ser atual, determinando a progressão de uma perda auditiva, ou pode ter ocorrido no passado, até na infância, e explicar achados audiométricos que não se justificam pela exposição profissional do indivíduo.


A utilização de armas de fogo no serviço militar, o uso de instrumentos musicais, o sistema de som do carro, shows, cultos religiosos, academias de ginástica, todos podem ser responsáveis por exposição excessiva ao ruído. 


Além disso, oficinas caseiras com serras, esmeris, lixadeiras e compressores, também podem provocar uma perda auditiva induzida por ruído excessivo. 

ruído; daniel guadacholi; processamento auditivo; audio ocupacional; audiometria; fonoaudiologia; guarulhos; pair; pairo; pca; ocupacional

O Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído é uma campanha global para aumentar a consciência sobre ruído e como isso afeta nossa vida e saúde.

A exposição a níveis elevados de som podem resultar em deficiência auditiva e zumbido.

Nos locais de trabalho, onde a atividade expõe os trabalhadores a níveis elevados de ruído, o uso da proteção auditiva e a implementação de práticas de segurança são indispensáveis.

Em nosso lazer, o fato de se ouvir música com fone de ouvido, durante um período longo de tempo e em volume alto, também prejudica nossa audição.

Muitos esportes e atividades durante o tempo livre podem ser ruidosas. Se você gosta de esportes motorizados, você está se expondo a ruídos muito altos. E não importa se você está participando, ou se está simplesmente assistindo.

 

O mesmo ocorre nas academias, onde a música é com frequência muito alta, como por exemplo nas aulas de spinning ou zumba.

ruído; daniel guadacholi; processamento auditivo; audio ocupacional; audiometria; fonoaudiologia; guarulhos; pair; pairo; pca; ocupacional

VOCÊ CONHEÇE O PCA? 


O Programa de Conservação Auditiva PCA são ações que tem o objetivo de prevenir as perdas auditivas ocupacionais ou estabilizar as perdas auditivas que ja foram desencadeadas.

 

Um dos objetivos do PCA é identificar empregados com patologias de audição não relacionadas ao trabalho e um outro objetivo é diagnosticar precocemente os casos de perdas auditivas ocupacionais, estabelecendo medidas eficazes para evitar o agravamento.

Na NR-7 em seu anexo 1, a portaria 19 menciona a obrigatoriedade do PCA: "participar da implantação, aprimoramento e controle de programas que visem a prevenção da progressão da perda auditiva do trabalhador acometido e de outros expostos ao risco".

 

É fato que, a informação e conscientização de trabalhadores em relação a sua situação auditiva, riscos e formas de prevenção reduzem significativamente o número de reclamatórias trabalhistas.

ruído; daniel guadacholi; processamento auditivo; audio ocupacional; audiometria; fonoaudiologia; guarulhos; pair; pairo; pca; ocupacional

Uso de Dupla Proteção Auditiva (Plug + Concha).
Trabalhar em condições de ruído muito intenso (acima de 100 dB(A) pode requerer proteção maior do que o uso de protetores tipo concha ou de inserção usados sozinhos.

 

A atenuação da combinação não é a soma das atenuações individuais dos protetores. Algumas combinações podem até reduzir a proteção.

 

Antes de mais nada, é preciso conhecer os dois métodos de ensaio de atenuação do ruído: O NRR (nível de redução de ruído) e o NRRsf (nível de redução de ruído Subject fit).

O fator fundamental no desempenho dos protetores auditivos é o treinamento dos usuários para a correta colocação e utilização. Se os protetores forem removidos, mesmo que por poucos minutos, durante o tempo em que se está exposto ao ruído, a proteção será reduzida em 50%, aumentando o risco de desenvolvimento de uma perda auditiva.

 

É através do PCA (programa de conservação auditiva) que será possível estudar e selecionar a melhor proteção individual ao trabalhador exposto ao ruído.

CALL CENTER DANIEL GUADACHOLI FONOAUDIOL

O fonoaudiólogo atua no exame pré admissional, avaliando os parametros vocais, conforme a exigencia de uso da empresa.