LABIRINTITE_REABILITAÇÃO_VESTIBULAR_VERT

REABILITAÇÃO VESTIBULAR

aa03.jpg

VOZ

Um sinal importante de que algo não está bem com a voz é a presença de rouquidão, 

Indivíduos que possuem disfonias na infância e não são tratados podem se tornar adultos “mal-falantes”.

 

Nosso foco é a adequação da qualidade vocal e o aumento da sua funcionalidade.

Nossos procedimentos incluem:

  • Avaliação acústica da voz

  • Intervenção precoce

  • Avaliação e tratamento das alterações vocais

  • Atendimento especializado a profissionais da voz: atores, cantores, professores, narradores, apresentadores.

  • Suavização de sotaque

  • Treinamento de resistência vocal

  • Adequação da voz para carreira profissional

fala_voz_linguagem_deglutição_fonoaudiól

FALA

A terapia de fala se concentra em melhorar as habilidades para expressar a linguagem,

 

Alteração fonética: É uma alteração miofuncional oral, ou seja, um comprometimento motor que possui uma causa orgânica, como por exemplo a presença de freio lingual curto ou a má oclusão dentária.

Alteração fonológica: Se caracteriza por trocas na fala.

Taquifemia: Velocidade de fala rápida,  hesitações e disfluências que comprometem o entendimento da mensagem, 

Taquilalia: É caracterizada pela velocidade de fala alta que compromete o entendimento da mesma, porém não encontramos momentos de disfluências.

Dislalia: é um distúrbio da fala, caracterizado pela dificuldade em articular as palavras. Ao emitir os sons o portador da dislalia pode omitir fonemas ou mesmo sílabas. Essa dificuldade pode ter origem orgânica ou funcional. As perturbações orgânicas são oriundas da má formação ou alteração de inervações da língua, palato e os de mais órgãos fonadores. As perturbações de ordem funcionais podem ser oriundas de imitação ou alterações emocionais, ou fatores hereditários.

vicios-de-linguagem.jpg

LINGUAGEM

A terapia visa adequar o uso da linguagem (compreender e expressar a linguagem através das formas falada e escrita)

 

Afasia: A afasia é a perda da capacidade e das habilidades de linguagem falada e escrita. É caracterizada pela dificuldade em nomear pessoas e objetos. ‘Na maioria das vezes a afasia é conseqüência de um acidente vascular cerebral, porém, pode ser causado também por infecções e manifestações degenerativas locais. Dentre os tipos de afasia existentes, encontram-se:

Afasia de Broca: neste caso o paciente preserva a compreensão, mas tem dificuldade para falar. É também conhecida como afasia não fluente, de expressão ou motora. 

Afasia de Wernecke: caracteriza-se por dificuldade na compreensão da linguagem. É também conhecida como afasia fluente, de recepção ou sensorial. Embora a pessoa acredite estar falando correto e mantendo a entonação adequada, sua fala não faz sentido para o ouvinte. Normalmente, o paciente apresenta dificuldade de compreensão e de expressão, mas consegue articular as palavras e irrita-se quando não é compreendido.

Afasia global: é quando ocorre a perda total da capacidade de fala, compreensão, leitura e escrita. Imprecisão articulatória e fala ininteligível.

 

aa04.jpg

DISFLUÊNCIA

A disfluência, conhecida popularmente como gagueira, está relacionada ao ritmo e à fluência que um indivíduo tem na sua fala.

Entre os sintomas, destacam-se: repetições esporádicas de palavras, prolongamento de determinados sons, pausas preenchidas e pausas silenciosas atípicas.

 

Pequenos vícios de linguagem, como a repetição de determinada palavra ou som (por exemplo: “é”, “né?”, “ah”) são comuns entre as pessoas. Embora prejudiciais na hora de fazer uma apresentação em público, podem ser controlados através de um treinamento em oratória.

O rápido fluxo de pensamento juntamente com a relativa imaturidade do sistema fonoarticulatório, propicia a apresentação de alguma dificuldade, por parte da criança, na produção de um ritmo regular e suave na fala, especialmente quando a criança está ansiosa, cansada ou doente.